FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa madrugada! Sexta-feira, 14 / 12 / 2018
JI-PARANÁ
Mais de 200 alunos participam do Festival Rondoniense de Artes

Data da notícia: 2018-12-06 11:26:35
Foto: Assessoria/Divulgação
Estudantes da rede estadual de ensino participaram de um workshop de grafite, realizado na quarta-feira (5)
Cerca de 260 estudantes da rede pública estadual de ensino participam do Festival Estudantil Rondoniense de Artes (Fera). A programação do evento inclui atrações de música, fotografia, pintura, desenho, grafite, esculturas, dança, teatro e cinema. O Fera acontece no auditório Leila Barreiros e se encerra hoje, quinta-feira (6).
Além das apresentações artísticas, o festival oferece workshop e oficinas voltadas às artes, que abordam temas como psicologia em todos os segmentos; expressão corporal com música, dança, teatro e cinema; técnica vocal de música, teatro e cinema e oficina de grafite.
O Fera é uma iniciativa do governo de Rondônia por meio da Secretaria de Estadual da Educação (Seduc) e executado pela Gerência de Educação Física, Esporte e Cultura Escolar (Gefece).
Toda a logística como transporte, alimentação, hospedagem e premiação é de responsabilidade do governo estadual por meio da Seduc.

Palestras
O primeiro workshop do festival apresentou a importância do conhecimento e das consequências das ações sobre preconceito, suicídio, bullying e nudez nas redes sociais.
A palestra, aberta a todos os estudantes, foi ministrada pela psicóloga Patrícia Haag.
“São temas de extrema relevância, principalmente aos adolescentes que estão mergulhados em redes sociais e se envolvem desnecessariamente em críticas abusivas contra os próprios colegas na escola”, explica a psicóloga, convidada do Ministério Público (MP-RO), órgão apoiador do Fera .
“Já fui vítima de preconceito e hoje lido melhor com essa situação. A palestra me apresentou uma nova perspectiva para lidar com esse tema. Espero não precisar acudir ninguém, mas também aprendi mais sobre as pessoas com tendência ao suicídio”, disse a estudante Alexsandra Caetano da Silva, da Escola Estadual Josino Brito, de Cacoal.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
     




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.