FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Boa noite! Terça-feira, 21 / 05 / 2019
AGRONEGÓCIO
Rodada de Negócios desenvolve agricultura familiar

Data da notícia: 2019-04-25 18:31:24
Foto: Assessoria/Divulgação
Pela segunda vez, a capital Porto Velho sedia o evento que antecipa a Rondônia Rural Show
Com a projeção de R$ 200 milhões em crédito rural anual no estado de Rondônia, as rodadas de negócios, que antecedem a 8ª Rondônia Rural Show, já viabilizaram financiamentos para mais de 160 famílias para o desenvolvimento da agricultura familiar. A última etapa, com a 2ª Rodada de Negócios em Porto Velho, começou na quinta-feira (25) e segue até amanha, sábado (27), com o intuito de facilitar as negociações, oferecendo uma programação gratuita e voltada aos produtores rurais, empresários, artesãos e público que deseja adquirir os produtos da terra.
“O crédito é para o produtor que está iniciando as atividades e não possui terra. Com isso, o Governo dá o incentivo com juros mais baixos, assim ele adquire a terra pelo financiamento, e as benfeitorias”, explicou a supervisora regional da Emater, Diana Menezes.
A Emater viabilizou o financiamento de R$ 165 mil, que corresponde a 10 hectares de terra, para cada solicitante. Durante este último evento, que antecede a maior feira de agronegócios da região Norte, os inscritos assinarão os contratos para oficialização do financiamento e recebimento das escrituras das terras, e outros interessados poderão entregar propostas que serão repassadas aos agentes financeiros e finalizadas na Rondônia Rural Show.
A Secretaria de Estado de Agricultura (Seagri), por meio da Emater e parceiros, como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Secretária de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Secretaria Municipal de Agricultura (Semagric), Federação da Agricultura, Banco da Amazônia (Basa), Banco do Povo e Banco do Brasil, proporcionam aos produtores três dias movimentados com palestras sobre produtos diversos, como o café clonau, cacau, além de monitoria acerca do crédito rural, piscicultura.
Ribeirinhos, reassentados e indígenas participam com a exposição de produtos em um espaço dedicado à feira agroecológica “Sabor do Norte”, advindo da agricultura familiar.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
     




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.