FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Segunda-feira, 16 / 09 / 2019
GUERRA ENTRE FACÇÕES
Polícia prende mulheres que planejaram morte de rival

Data da notícia: 2019-05-31 18:43:20
Foto: Assessoria/Divulgação
Polícia Civil descobriu que a motivação do crime foi a guerra entre facções

Se apresentaram à polícia, acompanhadas de advogados, na sexta-feira (31), H.C.S, conhecida como “Morena Problemática” e A.M.B., também chamada de “Miranda”, ambas com mandados de prisão temporária por envolvimento na morte de J.F.F. no dia 8 de maio no condomínio Orgulho do Madeira, na zona leste de Porto Velho.
Segundo investigações da polícia, elas eram uma espécie de conselheiras de E.L.S. o “Bad Boy”, presidiário que ordenou a morte de J.F.F.
A Operação Conselho Final foi deflagrada por policiais civis da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCC), sob o comando da delegada Leisaloma Carvalho Resem
J.F.F. foi morto a tiros por R.P.O., 19 anos, o “RM”; W.L.T. o “Baé”; E.V.B. o “Citroen”, integrantes da facção criminosa Comando Vermelho (CV). Segundo a polícia, a vítima fazia parte do Primeiro Comando da Capital (PCC) e foi morta devido à guerra entre as facções.
De acordo com as investigações, H.C.S. e A.M.B. eram as conselheiras do Comando Vermelho. Elas identificaram a vítima e passaram a informação para E.L.S. que do presídio Urso Branco autorizou a mate do membro do Primeiro Comando da Capital, J.F.F.
As suspeitas articularam tudo, armas, local, ligaram para um dos infratores e pediram que no momento da execução ficasse na linha para que elas ouvissem os tiros.


Fonte: Rodoniaalvivo


Compartilhe com seus amigos:
     




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.