FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Segunda-feira, 23 / 09 / 2019
OPORTUNIDADE
Idaron faz análise de grãos para 4º Concurso de Qualidade de Café

Data da notícia: 2019-08-22 18:58:55
Foto: Assessoria/Divulgação
Técnicos trabalham na classificação dos grãos recepcionados para o 4º Concafé

A equipe coordenadora do 4° Concurso de Qualidade de Café (4º Concafé) efetua, desde segunda-feira (19), faz a recepção, triagem e codificação individual das amostras dos grãos inscritos na competição. As inscrições ocorreram de 10 de abril a 9 de agosto.

Após essa etapa, o Concafé entrará na fase de classificação dos grãos com o processo de análise física dos cafés, realizado por classificadores da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron). A fase de classificação dos grãos deve ser finalizada até o dia 31 agosto, avaliando tamanho, defeitos, umidade, aferição do tipo de café, entre outros aspectos. A Idaron também acompanhará o processo de análise sensorial.

O Concafé é organizado pelo governo de Rondônia, em conjunto com a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) e a Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC). O objetivo é identificar, premiar e promover os cafés robustas de qualidade que são produzidos com sustentabilidade. Depois da análise física dos grãos, tem início o processo de análise sensorial (de 2 a 13 de setembro).
A solenidade de premiação do melhor café está prevista para o dia 3 de outubro, na cidade de Cacoa. Participam do concurso os cafeicultores que produziram lotes de café robusta (Coffea canephora) em Rondônia, na safra de 2018/2019.

Quesitos

Para concorrer ao prêmio, o produtor deve estar atento aos métodos de processamento do lote apresentado, principalmente no que se refere à secagem, assim como cuidados com impurezas que altere ou modifique as características próprias do café. “A produção dos cafés participantes também passará por uma avaliação de sustentabilidade, em que será pontuado em quesitos sociais e ambientais, com destaque para o controle dos custos, o manejo do solo, os cuidados no manuseio, armazenamento e aplicação de agro químicos e o trabalho associativo, entre outros”, explicou Rachel Barbosa da Silva, coordenadora do controle de amostras e auditoria propriedades pela Idaron.

A classificação física das amostras, bem como a emissão dos laudos de classificação, será de responsabilidade da Idaron e da Superintendia Estadual de Agricultura e Pecuária. O trabalho é realizado nas instalações da Embrapa, em Porto Velho.

As amostras poderão enquadrar-se até, no máximo, o tipo 8 (360 defeitos). O teor de umidade deverá ser de no máximo 12,5% e o tamanho dos grãos deverão enquadrar-se na peneira 14 ou acima, permitindo vazamento máximo de 5% na peneira 14. Serão desclassificadas todas as amostras que não obedecerem a esses critérios.

Análise Sensorial

A análise sensorial para a qualidade de bebida será realizada por uma equipe de profissionais com formação “Q Robusta Grader”, licenciados pelo Coffee Quality Institute (CQI), indicados pela BSCA. A análise sensorial será realizada no Instituto Federal de Rondônia, Campus (Ifro) de Cacoal.
Todas as propriedades inscritas na avaliação de sustentabilidade poderão ser auditadas pela comissão organizadora para constatação e validação das informações descritas no questionário.

O concurso é promovido pelo governo de Rondônia, por meio da Emater (Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia), Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e Idaron, em parceria com a Embrapa Rondônia, BSCA e a ABIC.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
     




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.