FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Terça-feira, 22 / 10 / 2019
COMISSÃO
Diligência apura irregularidades na Energisa

Data da notícia: 2019-10-08 10:47:39
Foto: 20191007-131.jpg
A pedido do presidente da Comissão de Infraestrutura, senador Marcos Rogério, MME e Aneel devem acompanhar reunião

A Comissão de Infraestrutura do Senado Federal promove, nesta semana, uma diligência em Rondônia para apurar denúncias de irregularidades cometidas pela Energisa, concessionária responsável pela distribuição de energia elétrica no estado, a antiga Ceron.

A suspeita é de que estejam ocorrendo abusos, como cortes indevidos, além de suspeitas de irregularidades nos equipamentos digitais e analógicos que medem o consumo de energia elétrica. A diligência será coordenada pelo presidente da comissão, o senador Marcos Rogério (DEM), e contará com a presença de representantes do Ministério de Minas e Energia (MME), Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), conselhos em defesa do consumidor e a bancada federal.

“Recebemos diversas denúncias de que a equipe da Energisa chega nas residências sem avisar aos moradores, quebra os lacres e realiza a troca do relógio de medição, sem comunicação prévia. Além disso, a população também reclama que os relógios voltam da distribuidora com alterações na medição de consumo, o que aumenta o valor da conta de energia”, destacou Marcos Rogério.

Ainda segundo o senador, os cortes no fornecimento de energia estão ocorrendo de modo abrupto, e de maneira ilegal. “Há relatos de que a companhia está interrompendo o fornecimento de energia aos finais de semana, o que viola o Art. 1º da Lei Estadual nº 1.783/07”, explicou.

Conforme a lei estadual, as empresas de concessão de serviço público de água e energia ficam proibidas de cortar o fornecimento residencial de seus serviços, por falta de pagamento de suas respectivas contas, às sextas-feiras, sábados, domingos, feriados e também no último dia útil anterior aos feriados.

“Como presidente da Comissão de Infraestrutura, e responsável pela fiscalização do setor, estamos promovendo uma diligência para apurar as denúncias e entender de fato o que está ocorrendo. Representantes do governo federal, como a Aneel e o MME, e a bancada federal também estarão presentes”, destacou Marcos Rogério.


Fonte: Foto: Assessoria/Divulgação


Compartilhe com seus amigos:
     




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.