Sexta-feira, 28 / 02 / 2020
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br

LEITURA
FCJP orienta sobre como realizar doações de livros

Data da notícia: 2019-12-20 11:42:18
Foto: Assessoria/Divulgação
Títulos são higienizados para evitar a proliferação de fungos que podem trazer riscos para a saúde dos usuários e funcionários da biblioteca

A Biblioteca Municipal Dr. Cyro Escobar Ribeiro oferece mais de 30 mil títulos de livros para a comunidade ji-paranaense, com o maior acervo de literatura do município. O material é constantemente atualizado pela Prefeitura de Ji-Paraná e o local recebe doações frequentes. A presidente da Fundação Cultural de Ji-Paraná (FCJP), Keila Barbosa, ressaltou que nem sempre é possível aproveitar todo o material doado. Todos os meses, a biblioteca recebe, em média, 10 caixas com doações, mas apenas 1% é aproveitado.

“Nós queremos as doações, mas muitas pessoas acabam usando o local como depósito de materiais que não usam mais. Encontramos muito lixo nas sacolas e caixas deixadas na porta da biblioteca, inclusive documentos e boletos. Agora, em dezembro, por exemplo, as doações aumentam por causa daquelas pessoas que fazem faxinas para iniciar o novo ano. Não é esse tipo de materiais que devem ser levados para a biblioteca. As pessoas devem entregar os livros diretamente para os técnicos da biblioteca que farão a análise do material”, insistiu a presidente.

A Biblioteca Municipal tem critérios para receber ou negar as doações. O principal motivo é para não colocar em risco a saúde dos servidores e dos usuários que pegam os livros emprestados. A preocupação são com os fungos que podem provocar doenças do coração, lesões na pele e até a perda da visão.

“O que é colocado no acervo, recebe rigorosa higienização. No dia a dia, os funcionários realizam a limpeza das prateleiras e das obras com produtos específicos, principalmente depois que chegam dos empréstimos”, explicou Keila Barbosa.

Os livros que podem ser doados são obras literárias, como ficção e romance. E os livros com temáticas como geografia, português, direito ou medicina não são recebidos pela biblioteca, pois são atualizadas constantemente.

“Um livro de 20 anos de direito ou medicina, por exemplo, não tem mais serventia hoje. Esta bibliografia foi atualizada e as leis mudaram. A gente pede que esse tipo de acervo científico seja incinerado, principalmente por conta dos fungos e bactérias que podem estar acumulados”, explicou a presidente da FCJP.

O prédio da Biblioteca Municipal fica localizado na avenida Transcontinental, na marginal da BR-364, próximo a ponte sobre o rio Machado, no centro de Ji-Paraná. A biblioteca oferece um acervo informatizado, que facilita a organização e procura nas prateleiras. O local ainda conta com computadores e acesso à internet para pesquisas online.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.