Sexta-feira, 03 / 04 / 2020
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


SAÚDE
Municípios devem investigar todas as mortes por síndrome respiratória

Data da notícia: 2020-03-24 10:29:04
Foto: Assessoria/Divulgação
A Agevisa pediu para que os 52 municípios de Rondônia passem a investigar 100% dos óbitos por síndrome respiratória aguda grave

A Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) pediu para que os 52 municípios de Rondônia passem a investigar 100% dos óbitos por síndrome respiratória aguda grave. A medida faz parte do enfrentamento de emergência de saúde pública contra o novo coronavírus (Covid-19).

A notificação da Agevisa foi enviada às secretarias municipais e publicada na última edição do Diário Oficial do Estado (Diof).

Medidas
Segundo a agência, várias medidas precisam ser adotadas imediatamente, pelos municípios. Entre elas:

Notificação de todos os casos suspeitos de coronavírus, em até 12 horas, que deve ser informada ao Cievs.

Investigação de 100% dos óbitos por síndrome respiratória aguda grave.
Criar o “Disque Coronavírus”, com funcionamento de segunda a sexta, incluindo feriados, das 8 às 12h e de 14 às 18h e aos sábados de 8 às 12h.
Elaborar um Plano de Contingência Municipal de enfrentamento ao coronavírus.

Oferecer treinamento aos profissionais da rede local e usuários, quanto ao manejo do coronavírus e uso de EPI.
Criar horário estendido, entre segunda a sexta-feira, durante a campanha de vacinação da influenza e sarampo, e finais de semana, preferencialmente em lugares abertos da Unidade de Saúde, a fim de evitar aglomeração de pessoas.

Conforme a recomendação da Agevisa, os municípios têm prazo de 72 horas para informar as medidas adotadas pelas respectivas secretarias.

Casos em Rondônia
Até segunda-feira (23), Rondônia seguia com 3 casos confirmados da Covid-19, segundo balanço divulgado no domingo (22).

O primeiro foi registrado em Ji-Paraná, no dia 19 de março. O paciente é um homem de 29 anos, morador de São Paulo, que esteve na cidade para trabalhar.

Durante coletiva de imprensa no sábado (21), o secretário de estado de saúde, Fernando Máximo confirmou os dois primeiros casos da doença, em Porto Velho.

No domingo, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero) disse que testou positivo para Covid-19.
Marcelo Thomé participou da viagem do presidente, Jair Bolsonaro aos Estados Unidos, no início do mês.

Até o momento, 22 pessoas da comitiva testaram positivo para a doença.


Fonte: G1 RO


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.