Domingo, 31 / 05 / 2020
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


CORONAVÍRUS
Governo orienta feirantes para evitar impactos no agronegócio

Data da notícia: 2020-04-01 17:45:57
Foto: Assessoria/Divulgação
As medidas têm como objetivo, deter o contágio de trabalhadores e consumidores

O Governo do Estado, mediante Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), enviou aos chefes do Poder Executivo Municipal de Rondônia, uma resolução com recomendações de boas práticas para o prosseguimento da realização de Feiras Livres, que devem ser respeitadas, a fim de prevenir o contágio do novo coronavírus (Covid-19).

Segundo o secretário da Seagri, Evandro Padovani, a medida tem por objetivo, deter o contágio dos trabalhadores e consumidores. “Visa garantir a continuidade de serviços essenciais para o escoamento da produção familiar e auxílio ao abastecimento da população, bem como de mini e pequenos mercados, comércios e restaurantes de nosso estado”, disse.

A notificação recomenda aos comerciantes pertencentes ao grupo de risco, como idosos com mais de 60 anos, ou que possuam doenças crônicas, doenças cardiovasculares, doença respiratória crônica, que permaneçam em casa, também os que apresentem qualquer sintoma como, febre, tosse ou dificuldades para respirar.

Entre as orientações, a parte de higienização é a mais exigida. Os comerciantes devem higienizar as mãos com água e sabão líquido ou álcool a 70%, antes de embalar os alimentos. As bancas, balanças e utensílios devem ser desinfetados antes da montagem da barraca com álcool 70% ou com solução de água sanitária. Todas as atividades envolvendo degustação, corte e exposição de frutas e legumes, no espaço reservado à Feira Livre, senão a de produtos oriundos da agricultura familiar, estão proibidas e, durante o atendimento, o qual deverá ser individualizado, as pessoas terão que manter a distância de pelo menos, dois metros dos consumidores.

Nos locais das feiras livres, devem ser fixados e disponibilizados cartazes e folders, comunicando as medidas e orientações necessárias, divulgando as boas práticas aos consumidores, incluindo a de não manusear alimentos. É importante atender todas as ações essenciais de controle do fluxo de pessoas, evitando aglomerações, além de aumentar a frequência e o tempo de realização de feiras livres em todo o estado, realizando em diferentes dias da semana, a fim de conscientizar o público a evitar aglomerações e ofertar regularmente, alimentos à população.

As feiras livres devem ser feitas em ambiente amplo e ao ar livre, reconhecendo todas as resoluções sanitárias em vigor. Precisam ser monitoradas as entradas e as saídas de caminhões, respeitando às normas definidas pelos órgãos competentes, e também estimular o rodízio ou escalas dos colaboradores em diferentes turnos. Todas as medidas necessitam ser respeitadas, conforme o anexo abaixo.


Fonte: Secom


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.