Domingo, 24 / 05 / 2020
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


COMPROMISSO
Idaron registra mais de 6,7 mil declarações de rebanho

Data da notícia: 2020-05-05 18:58:43
Foto: 20200506-121.jpg
A expectativa é de que, até o dia 31 de maio, mais de 130 mil declarações sejam recebidas

(Da Redação). Em apenas cinco dias de campanha, o serviço de controle da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do estado de Rondônia (Idaron), registrou mais de 6,7 mil declarações de rebanho, o que representa pouco mais de 5% do que deve ser declarado ao longo de todo o período. A expectativa é que sejam recebidas 132,6 mil declarações.

Dos formulários recebidos até a manhã de terça-feira (5), cerca de 2,3 mil foram feitas remotamente, pela internet, por meio do site da Idaron.

“Esse número de declarações online deve aumentar substancialmente, visto que, para evitar a exposição do produtor e dos servidores ao coronavírus, a Idaron tem priorizado os serviços on-line [via site, e-mail] e por telefone [ligação e aplicativo de mensagem]”, explicou o médico veterinário e presidente da Idaron, Júlio Cesar Rocha Peres.

A declaração é obrigatória para criadores de bovinos, bubalinos, suínos, caprinos, ovinos e de equídeos e aves. “Diante desse novo cenário (sem vacinação contra febre aftosa), precisamos estar ainda mais comprometidos para alcançar o almejado reconhecimento internacional de área livre de aftosa sem vacinação”, destacou o Peres.

A declaração pode ser feita pela internet, no site da Idaron (http://www.idaron.ro.gov.br/), por e-mail, pelo WhatsApp da unidade mais próxima da propriedade do declarante ou por telefone.

“Pela internet, quem já cadastrou senha para a emissão da Guia de Trânsito Animal Online (e-GTA) pode usar a mesma senha para fazer a declaração dos rebanhos. Quem ainda não efetivou o login e senha para acesso ao sistema da Idaron, basta entrar no site da agência, pelo computador ou celular, e cadastrar a senha”, detalhou o presidente da Idaron.

Declaração

A declaração de rebanho pode ser feita até o dia 31 de maio.

“A partir deste ano, não haverá vacinação contra a febre aftosa, no entanto, a declaração de rebanho é obrigatória e tornou-se ainda mais importante, uma vez que ela [declaração] é o único meio de garantir segurança ao produtor, visto que Rondônia pleiteia, junto à Organização Mundial da Saúde Animal OIE, o status internacional de região livre de aftosa sem vacinação”, salientou Júlio Cesar.

Com informações de Toni Francis - Secom


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.