] Jornal Correio Popular
Ji-Paraná(RO), 25/02/2021 - 15:54
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


EMERGÊNCIA
SAMU quadruplica atendimentos durante a pandemia

Data da notícia: 2021-02-19 09:39:04
Foto: Assessoria/Divulgação
Os números que mais quadruplicaram, foram 6.983 chamadas com 815 atendimentos pré-hospitalares

Em janeiro de 2020, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) recebeu 1.639 chamadas que resultaram em 684 ocorrências pré-hospitalares. Em janeiro de 2021, os números mais que quadruplicaram: foram 6.983 chamadas com 815 atendimentos pré-hospitalares.

Destes, 438 casos estavam relacionados à pandemia de Covid-19. Para estar à altura deste desafio, o órgão está sempre mudando para servir melhor. É com essa nova rotina que o Samu convive desde março do ano passado.

Para garantir a saúde dos servidores, todos saem para o atendimento utilizando equipamentos de Proteção Individual (EPIs) que foram disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Atualmente, a equipe é composta por 150 servidores, entre médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, condutores, socorristas e a parte administrativa.

Na volta do atendimento externo todos têm que passar pela cabine de desinfecção, medida de precaução por conta da Covid-19. “Precisamos estar preparados”, revela o técnico em enfermagem Fernando da Silva Cavalcante, que está há dois anos no Samu.

Quando uma pessoa tem suspeita da Covid-19 é feita uma avaliação clínica pelos profissionais que fazem o atendimento e esse paciente é levado para o serviço de referência, que pode ser público, como a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Sul, ou privado, caso o paciente seja conveniado.

Estrutura
Atualmente, o Samu tem sete unidades de suporte básicas e duas unidades de suporte avançado. O sistema está apto a atender demandas, como: queimaduras, ocorrências de acidentes, afogamentos, problemas cardíacos e todas as situações consideradas de urgência e emergência, com risco de morte, sequelas ou sofrimento intenso.

Para acionar o serviço, basta ligar para o telefone: 192. As ligações são gratuitas para telefones fixo e móvel.


Fonte:


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.