] Jornal Correio Popular
Ji-Paraná(RO), 22/01/2021 - 20:19
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


COVID-19
Brasil ultrapassa marca de mais de 202,6 mil mortes provocadas pelo Sars-Cov2

Data da notícia: 2021-01-10 08:03:00
Foto: REUTERS/Amanda Perobelli/Direitos Reservados
Saúde confirma 62.290 novos casos de covid-19 em apenas 24 horas

Segundo o Ministério da Saúde, nas 24 horas de sexta para sábado (9/1) também foram confirmadas mais 1.171 mortes em decorrência de complicações causadas pelo vírus. Com isso, o total de pacientes que perderam a vida chegou a 202.631 pessoas.

Entre os casos já confirmados, 7.114.011 pacientes se recuperaram, o que representa 88,5% do total de pessoas que adoeceram. No entanto, outras 729.356 pessoas continuavam sob acompanhamento médico até as 17h30 de sábado (9) - o que representa 9% do total. Outros 2.595 casos considerados suspeitos seguem em investigação, aguardando o resultado dos testes.

NOS ESTADOS

Entre os estados com maior número de mortes por covid-19, São Paulo aparece em primeiro lugar em números absolutos, com 48.298 óbitos - 269 a mais do que o resultado do boletim epidemiológico que o Ministério da Saúde divulgou na sexta (8).

Ainda em números absolutos, em seguida vêm os estados do Rio de Janeiro, com 26.704 (+ 224); Minas Gerais, com 12.594 (+125); Ceará, com 10.137 (+15), e Pernambuco, com 9.826 (+37).

As unidades da Federação com menor número de óbitos por covid-19 são Roraima, com 793 óbitos, e o Acre, com 823. De acordo com o boletim divulgado pelo ministério, não houve registro de novas mortes nos dois estados no período analisado. Em seguida vem o Amapá, com 969 falecimentos (+7); Tocantins, com 1.267 (+4); e Rondônia, com 1.908 (+9).


Fonte: Agência Brasil


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.