] Jornal Correio Popular
Ji-Paraná(RO), 23/01/2021 - 20:55
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


PANDEMIA
Decreto municipal confirma Ji-Paraná de volta à Fase II

Data da notícia: 2021-01-11 18:08:15
Foto: Assessoria/Divulgação
Pacientes assintomáticos ou com sintomas leves estão sendo atendimentos nas academias do Jardim dos Migrantes e BNH

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), publicou, na manhã desta segunda-feira (11), o Decreto Municipal N.° 14.187 que dispõe sobre o regresso de Ji-Paraná à Fase II no plano de combate ao novo coronavírus (Covid-19).

Na última sexta-feira (8), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) havia publicado o novo enquadramento dos municípios no Plano Todos por Rondônia, retornando Ji-Paraná para a Fase I, medida mais restritiva no plano de ações de combate à Covid-19.

“Estamos fazendo um decreto municipal, mostrando que estamos na Fase II, com base em estudos e análises, e, com certeza, Ji-Paraná não irá para a Fase I”, afirmou Isaú Fonseca.

Com a publicação do decreto municipal, a Prefeitura de Ji-Paraná aguarda a análise do pedido de reclassificação do município para a Fase II no plano estadual de combate à Covid-19, considerando o desenvolvimento de ações para enfrentamento da doença, como o atendimento de casos leves nas academias municipais de saúde, nos bairros Jardim dos Migrantes, 1° distrito, e BNH, no 2° distrito, descentralizando o atendimento do Hospital Municipal Dr. Claudionor Couto Roriz, assim como a disponibilidade de medicamentos para tratamento precoce e profilaxia.

“Nós descentralizamos, tirando os casos leves do Hospital Municipal, deixando o HM apenas com atendimento de casos graves. As unidades do Jardim dos Migrantes e do bairro BNH farão esses atendimentos”, declarou o prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca (MDB).

Agora, de volta a Fase II, o decreto municipal autoriza o funcionamento de diversos setores do comércio, que poderão estender o funcionamento até as 22 horas.

“Restaurantes, lanchonetes e similares, que antes não tinham horário para fechamento, e agora vão poder funcionar somente até as 22 horas. Outros estabelecimentos, como supermercados, poderão prolongar o atendimento até as 22 horas, com o intuito de diminuir a aglomeração”, declarou a titular da Secretaria Municipal da Mulher, Ana Maria dos Santos Forte.

Os estabelecimentos comerciais devem fixar, na entrada do estabelecimento e de forma visível, a quantidade de pessoas permitidas, em termo absoluto, e as orientações das medidas sanitárias. O funcionamento de bares, boates e casas de shows continua proibido durante a Fase II.

Denúncias de comércios desrespeitando o decreto municipal podem ser realizadas para a Divisão de Vigilância Sanitária, por meio do telefone 3422-1456. Aglomerações podem ser comunicadas, por meio do 190, número do Disque Denúncia da Polícia Militar (PM).


Fonte: Ascom


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.