] Jornal Correio Popular
Ji-Paraná(RO), 19/05/2022 - 18:10
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


VARIEDADES
Sorgo e algodão são atrações na vitrine tecnológica da RRS

Data da notícia: 2022-04-18 18:15:22
Foto: Assessoria/Divulgação
O sorgo gigante boliviano, em exposição na Rondônia Rural, é usado para produção de silagem

O sorgo gigante boliviano e o algodão serão atrações na vitrine tecnológica da 9ª edição da Rondônia Rural Show Internacional (RRSI), em Ji-Paraná, considerado o maior evento do agronegócio e da agricultura familiar na região Norte e um dos seis maiores do país.

O evento está previsto para o período de 23 a 28 de maio, no Centro Tecnológico Vandeci Rack, no km 11 da BR-364, sentido Presidente Médici.

A Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri) prevê que o RRSI volte para bater recorde de público.

“Nestas vitrines, os produtores demonstram o grão em diversos estágios, o milho, por exemplo; desde o plantio à colheita. Por sua vez, uma instituição de ensino superior, mostrará inovações em variedades do pimentão e do tomate”, disse a coordenadora da feira, Regiane Lucas.

O sorgo gigante boliviano é excelente para a produção de silagem, tem boa rusticidade, ampla adaptação, excelente profundidade de raiz, excepcional rebrotas, sistema radicular agressivo e volumoso, alta produção de biomassa, alta capacidade de rebrote, ciclo precoce, influenciado pelo fotoperiodismo (quantidade e ao período de luz existente em determinado momento). O sorgo gigante boliviano possui baixo fator multiplicador de nematoides. Já o algodão, cultura nova no estado de Rondônia, tem lavouras se expandindo em municípios da região sul, devido ao favorecimento do solo, clima e altitude.

Rondônia planta em torno de dez mil hectares de algodão com expectativa de ultrapassar mais de 54 mil toneladas. Estima-se que o crescimento da área cultivada seja em torno de 20%. Em Vilhena, a 702 quilômetros de Porto Velho, há uma fazenda que é referência no cultivo do algodão. A área plantada mede 4.020 mil hectares, com produtividade média de até 356 arrobas/ha, totalizando 4,9 t/ha. A área de vitrines tecnológicas mostrará diversas variedades de arroz, algodão, amendoim, girassol, capim (diversas variedades) café conillon (e outras variedades), mandioca milho, soja e sementes, tomate e florestas plantadas.

Para movimentá-las, lá estarão técnicos e especialistas da Empresa Autárquica de Extensão Rural (Emater), Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Instituto Federal de Rondônia (Ifro) e 19 instituições de ensino superior. “Dentre as apresentações, insumos da agricultura que podem ser utilizados na piscicultura serão expostos pela Emater nessas vitrines”, assinalou a coordenadora RRS Internacional.


Fonte: Secom


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.