Jornal Correio Popular


FAMÍLIAS
Fease promove encontro do Projeto Fortalecendo Vínculos

Data da notícia: 2022-06-20 19:10:51
Foto: Assessoria/Divulgação
Trabalhos de jovens que cumprem medidas de ressocialização no Centro de Atendimento Socioeducativo de Ji-Paraná

Com o objetivo de auxiliar na ressocialização de adolescentes, a Fundação Estadual de Atendimento Socioeducativo (Fease) realizou um encontro, na semana passada, por meio do projeto “Fortalecimento de Vínculos Familiares”, no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) em Ji-Paraná.

A participação da família na socioeducação tem um papel fundamental no fortalecimento dos vínculos entre familiares e adolescentes, tendo em vista que a mesma família está inserida em um contexto, que muitas vezes é privado de seus direitos sociais. A participação mais ativa pode resultar em melhores avanços nas medidas socioeducativas.

O psicólogo e idealizador do programa, Cristiano Estevão Cabral, explicou que serão 12 encontros, alternando entre rodas de conversas com familiares e socioeducandos.

“Independente da configuração familiar, é nesse meio que se constrói relações. O projeto nasceu da percepção da necessidade desse trabalho, com intuito de promover encontros terapêuticos em conversas que reúnem adolescentes e familiares sobre os mais diversos temas, como empoderamento familiar, autoestima, compreensão, diálogos transformadores, investimentos parentais, entre outros”, garantiu o psicólogo.

Na prática, o trabalho de fortalecimento de vínculos é feito por atendimentos em grupo, especificamente, rodas de conversa. Todas as angustias, medos, dúvidas, inquietações e orientações podem surgir, tendo o potencial de contribuir com a ressignificação de muitas histórias familiares e pessoais. Estimulamos a participação e a reflexão, por meio do diálogo entre os participantes, assim como, a liberdade do uso de técnicas e dinâmicas de grupo.

Segundo o presidente da Fease, Antônio Francisco Gomes da Silva, o projeto é uma conquista como ação socioeducativa. Ele aponta que a legislação prevê alternativas que buscam contribuir para esse tipo de atendimento. “Esse objetivo tem sido alcançado com sucesso. Parabenizo toda a equipe que tornou o projeto uma realidade, que aos poucos mostra o quão o sistema socioeducativo tem evoluído”, concluiu.


Fonte: Secom


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.