Jornal Correio Popular


SEGURANÇA
Descarte de agulhas e seringas deve ser realizado em caixas apropriadas

Data da notícia: 2022-09-16 19:21:09
Foto: Assessoria/Divulgação
Materiais perfurocortantes têm ocasionado acidentes com coletores

O descarte incorreto de agulhas e seringas tem gerado, diariamente, transtornos para os coletores de resíduos sólidos de Ji-Paraná. Para ajudar a resolver o problema, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia) intensificou a fiscalização e tem orientado a população para que faça o descarte correto de objetos perfurocortantes, para evitar que pessoas entrem em contato, se machuquem ou se contaminem.

A secretária da Semeia, Jeane Muniz, afirmou que tem participado de programas de rádio e televisão para orientar a comunidade, e que as equipes têm realizado palestras educativas em diversos locais. “Estamos sensibilizando as pessoas para que façam o descarte correto, não só de agulhas e seringas, mas também dos resíduos urbanos”, frisou.

Conforme orientações da equipe da Semeia, o descarte de materiais perfurocortantes e contaminados deve ser feito na caixa “descarpack”, que é feita com papelão ondulado e revestida com papelão couro, para evitar a perfuração. Ela disse ainda que uma opção provisória é colocar em uma garrafa pet e tampar.

“As pessoas que utilizam esses materiais para tratamento domiciliar como, por exemplo, do diabetes não devem descartar no lixo doméstico.

Caso não tenham a caixa, podem colocar, de forma provisória, em uma garrafa pet, tampar, levar a uma Unidade Básica de Saúde UBS e explicar que os materiais são de uso contínuo. A equipe da UBS fará o descarte correto em um local apropriado”, consta nas explicações da equipe.

Fonte: CCS

Notícia vista 1767 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.