Jornal Correio Popular




PREVENÇÃO
Corpo de Bombeiros alerta banhistas durante as férias

Data da notícia: 2022-12-12 18:37:11
Foto: Assessoria/Divulgação
Durante as festas de fim de ano e férias escolares, aumentam as ocorrências de afogamentos em rios rondonienses

Com a chegada do fim de ano e o início das férias escolares, as pessoas aproveitam o período para frequentar balneários, rios e lagos. Neste período, podem ocorrer acidentes com descarga elétrica e afogamentos em áreas de banho, trilhas e acampamentos. Por isso, o Corpo de Bombeiros tem alertado banhistas sobre cuidados nestes locais.

Com o período chuvoso em rios e balneários, a água passa a ficar mais escura, dificultando a visualização do fundo do rio e muitas pessoas se aventuram. Quando percebem que estão em lugares que não “dão mais pé” e tentam voltar para a margem, nadando contra a correnteza, aumentando a possibilidade de cãibra, e o consequente afogamento por exaustão.

Para o comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia (CBMRO), coronel BM Nivaldo de Azevedo Ferreira, o trabalho desempenhado pela corporação nestes locais, exige a colaboração das pessoas que estão acostumadas a irem nestas áreas, para diminuir as situações de risco à vida.

“Temos procurado fazer essas atividades em parceria com órgãos como Polícia Militar (PM), Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental [Sedam}, com iniciativas de educação aos banhistas. Todo apoio da comunidade é fundamental para a redução de afogamentos e até casos com vítimas fatais”, assegurou.

Outros locais como hotéis-fazenda são bastante frequentados nesta época, porém, as pessoas se aventuram nas matas, procuram plantas ou curtem a natureza e, pela falta de experiência, andam de cabeça baixa e quando dão conta, perderam a direção e não sabem mais retornar ao local de acampamento.

Outro importante recurso, para inibir essas situações, é sinalização dos locais. Considerando que bem antes de ocorrer os eventos, o espaço passe por reconhecimento ao ser verificado as áreas mais vulneráveis, para ser sinalizado e isolado para impedir o acesso de banhistas, além da observação individual feita na área pelos guarda-vidas.

Fonte: Secom

Notícia vista 13619 vezes


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.