Jornal Correio Popular Notícia



ABRACCINE
Curta rondoniense fica entre as dez melhores produções

Data da notícia: 2024-02-02 17:22:02
Foto: Assessoria/Divulgação
Ela mora logo ali foi a produção rondoniense que recebeu reconhecimento da Associação Brasileira de Críticos de Cinema

O filme rondoniense, Ela Mora Logo Ali, foi eleito como uma das 10 melhores produções nacionais, na categoria curta-metragem, de acordo com a opinião de quase 150 críticos, espalhados pelo país. O fato marca a história e enche de orgulho toda a comunidade cinematográfica do estado.

Produzido no ano de 2022, em Porto Velho, dirigido por Fabiano Barros e Rafael Rogante, o curta já participou de vários festivais, conquistando 36 prêmios. Agora, Ela Mora logo Ali, ocupa um lugar de destaque, com o reconhecimento da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine).

O filme aborda questões sociais e emocionais de maneira sensível e impactante e, por isso, chamou a atenção dos críticos de cinema associados à Abraccine. A organização, conhecida por seu papel crucial na promoção e reconhecimento do cinema nacional, destacou a obra entre os dez melhores do ano.

A associação ressaltou a representação da região Norte e destacou Rondônia, por ter sido a primeira na lista, com o filme “Ela Mora Logo Ali”. O curta-metragem se destaca não apenas por sua narrativa, mas também por assuntos socioculturais abordados na história.

A produção rondoniense se junta a outros talentos emergentes e consagrados do cinema brasileiro, solidificando seu lugar como uma obra que merece destaque não apenas por sua temática relevante, mas também por sua excelência artística.

Os diretores e roteiristas, Fabiano Barros e Rafael Rogante, expressaram sua felicidade e gratidão, pela inclusão de “Ela Mora Logo Ali” na prestigiosa lista da Abraccine. Em declaração conjunta, os cineastas enfatizaram o compromisso de contar histórias significativas e a importância do reconhecimento da crítica para o desenvolvimento do cinema nacional.

Para Fabiano Barros, a repercussão do curta-metragem, certamente impulsionará a visibilidade do curta-metragem e da produção rondoniense, aumentando as expectativas e o interesse do público.

Fonte: Tudorondônia




Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.