Jornal Correio Popular Notícia



JI-PARANÁ
Prefeitura inicia reforma e ampliação da maternidade do HM

Data da notícia: 2024-07-09 18:20:03
Foto: Wilson Neves/Divulgação CCS
O secretário de Saúde afirmou que o prazo previsto para conclusão da obra deve ser de 90 dias

Iniciada na semana passada, a reforma da ala da maternidade do Hospital Municipal (HM) Dr. Claudionor Couto Roriz (1º distrito) foi iniciada pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

A empresa responsável pela obra e ampliação é a JCS do Rio de Janeiro, contratada pela Idomed do Grupo Estácio/Unijipa.

De acordo com o secretário da Semusa, Marcelo Barbisan, as melhorias incluem mudanças no sistema elétrico, hidráulico e na infraestrutura do prédio que foi construído na década de 1980. Ele afirmou que o prazo previsto para conclusão das obras deve ocorrer em 90 dias.

A nova ala da maternidade do HM contará com cinco enfermarias, totalizando 32 leitos, com camas de observação, medicação, atendimentos de exames e pré-parto. A unidade atenderá também outros 17 municípios da região, além de Ji-Paraná.

A reforma vai dispor com novas salas climatizadas, camas elétricas, banheiros com acessibilidade, novas mobílias e equipamentos para atendimento à população, rampa de acesso, facilitando a entrada e saída de veículos e incluindo ambulâncias, e a reestruturação elétrica com objetivo de aumentar a capacidade para potência elétrica de chuveiros e aparelhos de ar-condicionado dentre outros equipamentos essenciais.

O recurso de R$ 958 mil é do Contrato Organizativo de Ação Pública de Ensino-Saúde (Coapes), proveniente do Contrato Organizativo da Ação Pública da Saúde (Coap). O acordo de colaboração é realizado entre as unidades federativas, que visa organizar e integrar ações e serviços de saúde, garantindo a integralidade da assistência à população.

A maternidade do Hospital Municipal Dr. Claudionor Couto Roriz é um polo de atendimento importante para diversos municípios, e com a ampliação vai proporcionar o treinamento de acadêmicos do curso de medicina, onde será implantada a residência médica de ginecologia e obstetrícia.

Fonte: Gabriela Suematsu




Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.